A CARIDADE SEGUNDO JESUS – Irmão José

A CARIDADE SEGUNDO JESUS

Na pergunta de número 886, de “O Livro dos Espíritos”, questionados quanto ao verdadeiro sentido da palavra caridade, como a entendia Jesus, os Espíritos Superiores responderam:

– “Benevolência para com todos, indulgência para com as imperfeições alheias, perdão das ofensas”.

Em tão poucas palavras, o perdão se destaca como sendo a essência da mais legítima forma de caridade aos semelhantes.

É que, em todos os tempos, os carentes de tolerância e compreensão sempre se contaram em número bem mais expressivo que os necessitados de pão.

Sobre a Terra, não há quem prescinda do referido alimento espiritual, a todo instante, todos os dias.

Por este motivo, antes da multiplicação dos pães e dos peixes para a multidão faminta, Jesus assim se pronunciou no inesquecível Sermão do Monte: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque obterão misericórdia”.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Pai, Perdoa-lhes!”)