A OUTRA FACE – Irmão José

A OUTRA FACE
Não deixes de exercer qualquer vigilância sobre os teus impulsos de agressividade.
Não creias que já tenhas superado a tua capacidade de reagir com violência, ante a menor provocação que recebas.
Raríssimos são os espíritos que se encontram em condições de oferecer a outra face, sem revide.
Sabendo de tuas crises de impaciência no trato com as pessoas, enquanto não te sentires preparado para silenciar ofensas e assimilar os golpes desfechados contra o teu amor-próprio, procura evitar situações de confronto que te ponham à prova.
Se te percebes com baixo poder de resistência moral, no enfrentamento de determinados problemas, melhor que tomes a iniciativa de afastar-te o máximo possível, somente retornando a lidar com eles quando, por eles, não mais possas ser induzido à perturbação.
Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro ‘Pai, Perdoa-lhes!’)