ALEGRIA DE VOLTA – Eurícledes Formiga

ALEGRIA DE VOLTA

 

Meu irmão, se está difícil

A tua luta no mundo,

Se é grande a tua tristeza

E o desalento profundo…

*

Se peregrinas a esmo

E não encontras saída,

Para os problemas que enfrentas

De alma cansada e sofrida…

*

Se te angustias e choras

Em extrema solidão,

Sem ninguém que te conforte

No instante de provação…

*

Não te dês ao desespero…

Confia, servindo mais.

O amor de Deus, que te assiste,

Não te abandona jamais.

*

Assim como brilha o Sol

Por sobre a noite malsã,

A alegria que se foi

Há de voltar amanhã!…

*

Irmão José e Eurícledes Formiga (Poesias)  (psic. Carlos Baccelli – do livro “Frutos da Mediunidade”)