DESEJO – Irmão José

De fato, nada nos faz sofrer tanto quanto o desejo.

O desejo de ter o que não temos é a causa de quase todas as nossas dores.

Na imagem bíblica, foi o desejo do ilícito que originou o sofrimento humano.

O homem sofre mais pelo que os outros têm do que propriamente pelo que não tem.

Contentemo-nos com o que a vida nos oferece, sem ambicionarmos o que não nos pertence.

Desejo ilimitado, sofrimento desmedido.

Na realidade, aquilo a que renunciamos é o que possuímos.

Tudo o que desejamos excessivamente é apropriação indébita, e esta intromissão no direito alheio é que desencadeia o nosso sofrimento.

O desejo de crescimento e progresso é natural no espírito, mas para ter o que lhe está destinado ninguém precisa usurpar o que aos outros foi reservado.

Feliz daquele que carrega dentro de si tudo o que tem!

Despojemo-nos de nossos desejos para que a ilusão da posse não nos obstrua a visão dos reais valores da Vida.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Lições da Vida”)