DINHEIRO E PERDÃO – Irmão José

DINHEIRO E PERDÃO

Não deixes que a tua melhor situação financeira te afete a personalidade, tornando-te mais distante de teus semelhantes.

Não consintas que o dinheiro fácil te faça perder contato com a simplicidade que, na penúria, conheceste.

Muitos, ao enriquecerem, passam a ignorar as suas prioridades morais, pouco se importando com os ajustes afetivos nos quais devem continuar empenhando-se.

O poder e status que o dinheiro te confere são dos mais ilusórios, pois, de um instante para outro, como os ganhaste, podes vir a perdê-los.

Diante, pois, de fortuna inesperada que te visita, não passes a considerar por bagatela a tua necessidade de perdoar ou de ser perdoado por aqueles que te magoaram ou que por ti foram magoados.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Pai, Perdoa-lhes!”)