DISCERNIMENTO – Irmão José

O discernimento é luz no espírito.

Quem possui semelhante bússola interior não se desnorteia nos caminhos da existência.

Discernimento é sinônimo de bom senso, na visão mais profunda e abrangente de todos os acontecimentos que se protagonizam.

Mais que conhecimento teórico, o discernimento é uma percepção espiritual que se alicerça no já vivenciado.

Quem deseja aprender a discernir nunca deve precipitar-se nas ideias que forma acerca das coisas; ao contrário, deve procurar examiná-las de todos os ângulos possíveis antes de chegar a qualquer conclusão.

Diz-se que a Verdade pode ser comparada a um grande espelho que caiu do céu e partiu-se em mil pedaços… Cada homem está de posse de apenas um pedaço desse espelho que, um dia, novamente inteiro, haverá de refletir a Verdade Integral.

Não nos esqueçamos de que aquele que julga os outros o faz sempre através de sua própria óptica.

A realidade substancial das coisas, não raro, está por detrás daquilo que vemos.

Para a conquista do discernimento, a prudência é indispensável.

Meditemos mais e falemos menos, procurando compreender sem aguardar compreensão, porquanto sobre o mundo o único valor que não se altera é o do bem.

Grande sinal de progresso para o homem, no que se refere ao discernimento, é a honesta identificação de suas próprias mazelas.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Lições da Vida”)