ETERNA LIÇÃO – Eurícledes Formiga

ETERNA LIÇÃO

A Vida, eterna lição
Que em tudo se mostra assim…
Morrer é virar a página
Do aprendizado sem fim.
*
Verdade que se destaca
Do mistério que deslinda:
A Vida ensina na morte
O que não sabes ainda.
*
Quem cumpre o dever e parte
E a humana luta bendiz,
Nos caminhos da Outra Vida
Deixando o corpo, é feliz.
*
Quem morre e deixa saudade
No coração que estremece,
Na saudade de quem fica
Deixa vibrando uma prece.
*
A Vida ensina a metade
Do que se deve aprender…
A outra metade é a morte,
Que nos constrange a saber.
*
Quem morre sem ter cumprido
Os seus deveres na Vida,
Morre levando na alma
Uma dor desconhecida.
*
Morrer é tarefa fácil
Sem tantas complicações…
O mais difícil na morte
é deixar as ilusões!
*
Mãe que chora o filho morto,
Ante o Céu que vem depois,
Lembra Maria e Jesus
Tendo uma cruz entre os dois!…
*
Irmão José e Eurícledes Formiga (Poesias) (psic. Carlos Baccelli – do livro “Frutos da Mediunidade”)