IMPROPÉRIOS NA RUA

Se te convenceres de que:

– os que te criticam as deficiências são portadores de deficiências iguais ou maiores que as tuas;

– os que te acusam de equivocado padecem de equívocos muito mais graves que os teus;

– os que te dizem obsidiado são vítimas de perseguições espirituais mais prejudiciais ao próprio equilíbrio;

– os que te desmerecem o esforço de servir agem mais por inveja que por convicção de que estejas enganado;

– os que te elegem por alvo preferencial de seus recalques não passam, na maioria das vezes, de companheiros doentes e frustrados;

– enfim, os que, com o intuito de prejudicar-te, vivem de pensamento fixado em ti, podem estar disfarçando secreta admiração pelo teu trabalho…

Se te convenceres de tudo isso e muito mais, não darás à palavra deles mais que o crédito que dás ao irmão insano que, sem nunca te ter visto, ao cruzar os seus passos contigo, começa a gritar-te impropérios na rua.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Ajuda-te e o Céu te Ajudará”)