MEDIUNIDADE – Irmão José

Em mediunidade, cada espírito comunicante e cada médium oferecem o que têm de melhor.

A semente da mesma espécie, em glebas de diferente qualidade, não costuma germinar e produzir com a sua mesma capacidade.

A luz do Sol, por vezes, necessita de varar espessas nuvens, para iluminar parcialmente os caminhos.

A água cristalina, ao deslizar sobre a terra, não chega aos lábios do sedento com a mesma pureza com que jorra da fonte.

Compreende que é natural que assim seja e, se médium e espírito não conseguem aprimorar a sua capacidade de sintonia, a fim de que apresentem resultados mais positivos no intercâmbio entre as Duas Esferas, procura aprimorar o teu entendimento das limitações com que ambos sois chamados a trabalhar em prol da ideia da Imortalidade entre as criaturas.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Ajuda-te e o Céu te Ajudará”)