NÃO PENSAS

Quase sempre, não pensas nas conseqüências das palavras que proferes a esmo…

Nas idéias que elas haverão de gerar em quem as ouve…

Nas ações que poderão desencadear, materializando-te o verbo insensato…

Uma única palavra leviana que te escape da boca pode dar origem a grave problema que não se deslindará com facilidade.

Toda palavra, seja no bem ou no mal, é dotada de grande poder indutor.

Serás, pois, responsabilizado não somente pelo que fazes, mas também pelo que dizes.

Ensinou-nos Jesus: “Não é o que entra na boca que macula o homem; o que sai da boca do homem é que o macula”!

Irmão José – psic. Carlos Baccelli – do livro “Senhor e Mestre”