PALAVRA – Irmão José

Atentemos para o valor da palavra como força plasmadora de ideias em nossos interlocutores.

Selecionemos os temas de nossa conversação, filtrando o que nos seja conveniente dizer, ou não.

A palavra inútil vicia a alma na ociosidade.

Não nos esqueçamos de que cada palavra que pronunciamos é como uma semente lançada no solo da vida.

O que dizemos quase sempre dá notícias do que somos.

O modo com que dizemos as coisas, não raro, fornece uma fotografia de nossas intenções mais íntimas.

Quem necessita recorrer à violência verbal para ser ouvido é frágil em suas argumentações.

A palavra da verdade é branda e convincente.

Vigiar a palavra é um dos métodos mais eficientes para se disciplinar o pensamento.

Todos também responderemos pelas consequências da palavra insensata.

A palavra bem conduzida é caminho de rápida ascensão para a alma.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Lições da Vida”)