PROVOCAÇÕES – Irmão José

PROVOCAÇÕES

Não te satisfaças à custa de opressão verbalizada nas frases reticentes que dirijas ao teu interlocutor.

As palavras, por vezes, ferem e humilham mais profundamente que as atitudes.

Jamais te prevaleças de tua inteligência para efetuares ameaças veladas a quem desejas intimidar e submeter moralmente, esperando obter certas vantagens.

Não olvides que toda agressão física de consequências imprevisíveis, quase sempre, se faz preceder por esta ou aquela palavra de provocação.

E, entre quem fala ou faz, por causa determinante do mal, a maior parcela de culpa, não raro, cabe a quem fala.

Irmão José (psic. Carlos Baccelli – do livro “Pai, Perdoa-lhes!”)