SERENIDADE – Irmão José

Se não te asserenares interiormente, não viverás em paz.

Compreende a tua fragilidade e não te conflites desnecessariamente.

Aceita-te como és, trabalhando para que venhas a ser melhor.

Busca errar o menos possível , porém, se errares, não te cobres além da justa medida.

Não ocasiones prejuízo a quem quer que seja.

Nem te faça instrumento deliberado do sofrimento alheio.

Ninguém transpõe a própria humanidade, sem vivenciar as experiências pertinentes à sua imperfeição.

Irmão José ( do livro: “Senhor e Mestre”)